Cidade fecha janeiro com 147 empresas abertas

Confirmando a tendência verificada ao longo de 2023, Minas Gerais iniciou o ano de 2024 com expansão no número de empresas abertas no Estado.

Confirmando a tendência verificada ao longo de 2023, Minas Gerais iniciou o ano de 2024 com expansão no número de empresas abertas no Estado. Foram 7.776 novos negócios constituídos no primeiro mês do ano contra 7.297 no mesmo mês do ano passado. A alta é de 6,56%. Os dados são do relatório mensal de registros mercantis da Junta Comercial de Minas Gerais (Jucemg), divulgado na última sexta-feira (9/ 2). Com 147 empresas abertas, Montes Claros fechou o mês de janeiro na sexta colocação no ranking mineiro.

“Estamos no caminho certo ao destravar o ambiente de negócios e facilitar a instalação de novos negócios em Minas Gerais. Sob a liderança do governador Romeu Zema, o empreendedorismo está em alta em Minas, com resultados positivos a cada mês, como atestam os números da Jucemg”, comenta a presidente do órgão, Patricia Vinte Di Iório. A Jucemg é a autarquia responsável pelos registros mercantis como abertura, alterações e encerramentos empresariais.

De acordo com o relatório, a região que mais registrou abertura de empresas em janeiro/24 foi o Centro-Oeste, com 531 novas constituições contra 406 de janeiro/23, o que significa alta de 30,79%. Na sequência, Alto Paranaíba (15,22%), Rio Doce (14,21%), Jequitinhonha/Mucuri (13,01%), Sul de Minas (12,44%), Zona da Mata (12,12%) e Triângulo Mineiro (12,07%), Noroeste (3,01%) Cidade fecha janeiro com 147 empresas abertas e Central (0,09%).

A alta na abertura de empresas em janeiro/24 confirma a tendência apontada no ano passado, quando Minas Gerais encerrou o exercício anual com aumento de 10,54% no número de novos empreendimentos na comparação com 2022. Foram 85.904 novos negócios abertos em 2023 contra 77.716 do ano anterior, ritmo de 235 novas constituições empresariais por dia.

ENCERRAMENTOS

Em relação aos encerramentos, janeiro deste ano totalizou 4.710 baixas contra 4.218 baixas de janeiro do ano passado (alta de 11,66%), resultando em saldo positivo de 3.066 empresas. Conforme o relatório da Jucemg, Belo Horizonte lidera a listagem de empresas abertas por município, com 2.076 novos empreendimentos formalizados ao longo de janeiro/24. Em seguida, Uberlândia (473 constituições); Contagem (235); Juiz de Fora (206); Uberaba (161); Montes Claros (147); Divinópolis (127); Ipatinga (112); Patos de Minas (108) e Betim (102).

MEIs

O balanço da Jucemg considera empresas de qualquer porte, com exceção dos microempreendedores individuais (MEIs), cujas inscrições são realizadas diretamente no Portal do Empreendedor, do Governo Federal, sem passar pelas juntas comerciais estaduais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Vaca cai em reservatório de 4 metros de profundidade
Vaca cai em reservatório de 4 metros de profundidade
Idosa encontrada morta no Rio São Francisco
Idosa encontrada morta no Rio São Francisco
Escoras são colocadas em prédio de 16 andares com risco de cair
Escoras são colocadas em prédio de 16 andares com risco de cair
Estrada que liga Nova Matrona à MG-404 está perto de ser concluída
Estrada que liga Nova Matrona à MG-404 está perto de ser concluída
Mais de 10 mil farão provas na cidade
Mais de 10 mil farão provas na cidade
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
Pitbull ataca idoso em comunidade rural
Pitbull ataca idoso em comunidade rural
Associação Grupo da Melhor Idade recebe veículo novo
Associação Grupo da Melhor Idade recebe veículo novo
TJMG realiza Mutirões do Júri em comarcas do interior de MG
Pintor cai de andaime após receber descarga elétrica
Copasa inicia obras para ampliar oferta de esgotamento sanitário
Prefeituras recebem primeiro FPM de abril
Grupo de Trilheiros dá suporte
Trilheiro passa mal e é resgatado pelo CB
Prefeitura anuncia asfalto em Marcela
Circuito de Hipismo acontece neste sábado em Montalvânia
Governo mapeia demandas do mercado de trabalho
Lava-jato era usado com o ponto de tráfico de drogas
Recurso vai definir se polícia pode criar site para identificar envolvidos
Vaca cai em reservatório de 4 metros de profundidade
TJMG realiza Mutirões do Júri em comarcas do interior de MG