CDL Montes Claros divulga campanha

Na manhã dessa terça-feira (28/5) de manhã, foi realizada reunião sobre a campanha do Dia Livre de Impostos 2024 (DLI).

Na manhã dessa terça-feira (28/5) de manhã, foi realizada reunião sobre a campanha do Dia Livre de Impostos 2024 (DLI). A ação é organizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pela Câmara de Dirigente Lojistas Jovem (CDL Jovem) desde 2003, em todo o País e tem como intuito um protesto contra as altas cargas tributárias e o baixo retorno dos impostos arrecadados pelas autoridades. Neste ano, o DLI será realizado no próximo dia 6 (quinta-feira).

O encontro foi liderado pelo presidente da CDL de Montes Claros, Ernandes Ferreira da Silva, além de Emílio Ferreira, coordenador da CDL Jovem e Lara Oliva, vice-coordenadora. Eles esclareceram alguns pontos de como será a ação, apresentaram as novidades do site do DLI e o passo a passo de como os lojistas podem participar desta edição.

Para Ernandes Ferreira, o projeto consegue envolver todos os setores interessados. “É uma campanha de conscientização que une consumidores, lojistas e prestadores de serviço para demonstrarmos o excesso de imposto nos nossos produtos e serviços, além de uma burocracia tributária que também atrapalha nosso ambiente de negócios”, afirmou.

O presidente da CDL enfatizou ainda, que o DLI é quase comparado com o Black Friday mais. só que com uma diferença, bem mais força por ser apenas um dia e neste ano deve envolver 50 comerciantes – empresários de vários setores, que deverão aumentar suas vendas. Ele explicou também que as compras no dia 6 valerão para todo o comerciante que quiser vender parte ou todo o estoque, que às vezes fica nas prateleiras da forma que ele quiser, sugeriu.

CARGA EXCESSIVA

Batata lembrou que todos os dias ao acordar e ir banheiro escovar os dentes, o creme dental, sabonete, a gente já começa a pagar impostos e muitos brasileiros desconhecem isso e também não se sabe onde o dinheiro é revertido para a população”. Pretendemos levar toda a ação à Câmara dos Deputados e todas as Casas Legislativas e aos políticos do Estado, representantes do Norte de Minas, do município e da União, porque a carga tributária é uma das mais excessivas do mundo e deverá ser justa e não da forma como ela é imposta aos comerciantes, empresários e consumidores”, afirmou.

“É preciso unirmos forças para combater as altas alíquotas cobradas nos impostos federais, estaduais e municipais, porque a população paga e “nós empresários não somos contra o pagamento dos impostos, mas a Reforma Tributária votada pelo Congresso Nacional tem que dizer a que veio, pois da forma que está não é possível tocar os nossos comércios, sejam eles, de combustíveis, comestíveis, óticas e outros segmentos – aumentando assim as vendas com preços mais baixos para os nossos clientes”, disse ao NOVO JORNAL DE NOTÍCIAS.

O comerciante Aurélio Rocha, dono de uma loja e fábrica de confecções na Praça Dr. Carlos, centro da cidade a carga de impostos no País é grande demais e precisamos lutar para que ela seja reduzida, salientou ao NJN. “Não somos contra a cobrança de impostos, mas o governo deve arrecadar de forma justa, assinalou.

Presidente do Conselho Deliberativo da CDL fala sobre vendas na cidade

Por sua vez, o empresário Gilberto Eleutério lembrou que em seu comércio sobraram fechaduras, puxadores e outros produtos que acabaram sendo vendidos todos com uma margem de lucro boa. O presidente do Conselho Deliberativo e ex-presidente da CDL montesclarense disse que o comércio está todo preparado para o dia 6 como uma data para mostrar ao governo, estadual e municipal o tanto que se paga de imposto no Brasil.

Já o coordenador CDL Jovem, Emílio Ferreira, destacou a quantidade de dias do ano que os brasileiros pagam de impostos e lembrou da atenção que deve se ter com a regulamentação da reforma tributária. “A ação é para mostrarmos que não estamos satisfeitos com as altas cargas tributárias. Trabalhamos mais de 150 dias no ano para que possamos parar de trabalhar para pagar os impostos e, a partir disso, começarmos a trabalhar para nós mesmos e considerou Montes Claros, importante, por ser uma das 100 cidades contempladas com o DLI, no próximo dia 6 num Posto de Gasolina, na Avenida Deputado Plínio Ribeiro, saída para várias cidades da região”, analisou.

IMPACTO

O DLI não é apenas um ato de protesto. É também uma das melhores datas comerciais do primeiro semestre para o varejo. Gera visibilidade e aumenta o fluxo de consumidores para as lojas que participam da ação. Para se ter ideia da dimensão dessa ação promovida pela CNDL e CDL Jovem, em 2023, foram mais de 50 mil lojas varejistas em todo o Brasil participantes, que movimentaram cerca de R$ 2 bilhões. Além disso, teve um impacto medido em R$ 63 milhões em mídias espontâneas.

Lara Oliva lembrou da importância dos empresários participarem e convidarem outros para participarem também. “Precisamos fortalecer esse movimento mais do que nunca, vamos abraçar essa ação e chamar os amigos e outros empresários”, ressaltou.

Os empresários interessados em participar do Dia Livre de Impostos 2024 já podem se cadastrar: basta acessar www.dialivredeimpos tos.org.br. Os registros podem ser feitos até o dia 5 de junho, às 22 horas. Mas atenção: os produtos e as empresas cadastradas só estarão visíveis no site a partir do dia 3 de junho. No portal do DLI, é possível fazer o download de peças, produzidas pela CDL Jovem para que os participantes cadastrados possam divulgar a campanha e suas promoções nas redes sociais e outros canais de comunicação. Também está disponível o manual de marca com todas as orientações para o uso das artes.

CDL Montes Claros divulga campanha
Reunião sobre o DLI foi realizada na sede da CDL, durante a manhã de ontem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Copasa investe R$ 10 milhões em obras de abastecimento de água
Copasa investe R$ 10 milhões em obras de abastecimento de água
Polícia Civil vai investigar incêndio em universidade
Polícia Civil vai investigar incêndio em universidade
Sebrae Minas e APACS realizam 1º Seminário da Cachaça em Salinas
Sebrae Minas e APACS realizam 1º Seminário da Cachaça em Salinas
Congresso da AMM reúne prefeitos
Congresso da AMM reúne prefeitos
Setenta mulheres são capacitadas para montagem de trackers solares
Setenta mulheres são capacitadas para montagem de trackers solares
Copasa garante recursos para universalizar saneamento
Copasa garante recursos para universalizar saneamento
Sexagenário desaparecido é encontrado em Bocaiúva
Sexagenário desaparecido é encontrado em Bocaiúva
Dirigentes se reúnem para votar porte de arma para advogados
Ocorrências de queimadas mais que dobraram em um mês em MG
Posto do Sine disponibiliza 92 vagas de empregos na cidade
CBM anuncia concurso com 329 vagas em Minas
Comunidades recebem Programa Água Doce
Município adia início do prazo de inscrições para o dia 1º de julho
Adolescente chama bombeiros ao ver cobra em refrigerador
Sudene quer criar Rede para fomentar inovação na região
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Forças de segurança protestam por reajuste