Assembleia debate alternativas para fortalecimento da Emater

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realiza nesta terça-feira, audiência pública para debater e propor alternativas para o fortalecimento do serviço público executado pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG).

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realiza nesta terça-feira, audiência pública para debater e propor alternativas para o fortalecimento do serviço público executado pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG). A reunião será realizada pela Comissão de Administração Pública no Plenarinho I, a partir das 16 horas, atendendo requerimento da deputada Beatriz Cerqueira, do PT.

Entre os convidados que já confirmaram presença na audiência pública estão o diretor-presidente da Emater, Otávio Martins Maia; o diretor-geral do Sindicato dos Trabalhadores da Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Sinter), Fábio Alves de Morais; e o coordenador geral da Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Assistência Técnica, Extensão Rural e da Pesquisa do Setor Público Agrícola do Brasil, José Cláudio Fidelis Pereira.

A Emater é a maior empresa pública do setor no Brasil e também foi a primeira a ser criada no País. Foi fundada em 6 de dezembro de 1948, como Associação de Crédito e Assistência Rural (Acar), desenvolvendo de forma contínua suas atividades de assistência técnica e extensão rural (Ater) até os dias atuais. A alteração para Emater ocorreu em 1975, quando se tornou empresa pública, de direito privado, vinculada à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa).

De acordo com a sua Carta Anual de Políticas Públicas de 2024, a Emater se organiza em 810 escritórios locais onde, em parceria com as prefeituras municipais, presta atendimento direto a cerca de 350 mil produtores rurais e suas famílias por meio das equipes de extensionistas.

A legislação federal e estadual estabelece como público prioritário da empresa os agricultores familiares e empreendedores familiares rurais; os silvicultores, aquicultores, extrativistas e pescadores; os assentados da reforma agrária e os povos indígenas, remanescentes de quilombos e demais povos e comunidades tradicionais.

CRÉDITO RURAL – Apesar de contar com orçamento anual pouco superior a R$ 350 milhões, a Emater viabiliza, apenas por meio da elaboração de projetos de crédito rural, financiamentos para os produtores agrícolas em um valor total muito superior.

Ainda de acordo com a Carta Anual de Políticas Públicas, o orçamento global da empresa em 2022 foi de R$ 365,56 milhões, mas os financiamentos viabilizados para os produtores rurais somaram R$ 1,048 bilhão. “Podemos inferir que para cada R$ 1 despendido com a empresa, nesse ano, houve um retorno de R$ 2,86 em recursos para agricultores mineiros”, somente com esse tipo de atividade, registra o relatório publicado pela empresa.

Isso acontece porque diversas políticas públicas federais e estaduais são implementadas por meio da Emater-MG, tais como o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), que disponibiliza crédito rural; o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), que ampliam os mercados para os produtos da agricultura familiar.

Entre as políticas públicas implementadas em 810 dos 853 municípios mineiros com o apoio da Emater-MG estão: Programa Minas Sem Fome, programas de feiras livres e comercialização, programas de patrulha mecanizada rural, Programa de Melhoramento Genético de Bovinos, Programa de Distribuição de Insumos e o Programa de Melhoria de Estradas Rurais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Emenda que amplia salário será votada
Emenda que amplia salário será votada
Presidente da Amams é homenageado pela AMM
Presidente da Amams é homenageado pela AMM
Prefeitura entrega certidões de regularização fundiária urbana
Prefeitura entrega certidões de regularização fundiária urbana
Governo aumenta reajuste salarial para 4,62%
Governo aumenta reajuste salarial para 4,62%
Cidade terá programa Governança Corporativa
Cidade terá programa Governança Corporativa
Projeto prevê proteção à mulher vítima de violência
Projeto prevê proteção à mulher vítima de violência
Montes-clarense assume o TSE pela segunda vez
Montes-clarense assume o TSE pela segunda vez
Prefeitura presta contas na Câmara
Prefeitura presta contas na Câmara
Zema exalta posse de montes-clarense no TSE
Congresso destaca apoio do Governo às prefeituras
Estado apresenta soluções inovadoras para municípios
Vereadores pedem fim do lixão no bairro Canelas
Deputada do PL vai assumir Secretaria no governo Zema
TRE trabalha com foco nas eleições municipais
Último FPM de maio tem aumento de 20%
Deputados aprovam revisão dos salários para servidores
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Forças de segurança protestam por reajuste