Amams celebra antecipação da compensação do ICMS

O Governo Federal sancionou, nessa terça-feira, a lei que prevê compensação de R$ 27 bilhões da União aos estados e ao Distrito Federal pela perda de receita provocada pela redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) incidente sobre combustíveis em 2022.

O Governo Federal sancionou, nessa terça-feira, a lei que prevê compensação de R$ 27 bilhões da União aos estados e ao Distrito Federal pela perda de receita provocada pela redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) incidente sobre combustíveis em 2022. O repasse dos valores começa ainda este ano e termina em 2025 e beneficia também os municípios. A Lei Complementar 201, de 2023, foi publicada no Diário Oficial da União nessa quarta-feira (25) e já está em vigor. A norma se originou do Projeto de Lei Complementar (PLP) 136/2023.

A Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams), a Confederação Nacional de Municípios (CNM) e a Associação Mineira de Municípios (AMM) realizaram manifestações em Brasília, mostrando as dificuldades financeiras das prefeituras, com a queda da receita, que resultaram em negociações com o governo federal que concordou em antecipar para este ano parte dos repasses que no acordo estavam previstos para 2024. Serão antecipados cerca de R$ 10 bilhões descontados os valores já pagos por meio de liminar e as parcelas de dívida a vencer. Desse total, 25% ficarão com os municípios.

O presidente da Amams e prefeito de Padre Carvalho, José Nilson Bispo de Sá, mais conhecido por Nilsinho, afirma que a recomposição é uma vitória do municipalismo brasileiro e lembra que a entidade contribuiu com esta luta, quando realizou reunião em Brasília com o senador Rodrigo Pacheco, do PSD de Minas Gerais, presidente do Senado e pediu agilidade do Congresso Nacional na aprovação do projeto. O Governo Federal anunciou, na tarde dessa terça-feira, a sanção do Projeto de Lei Complementar 136/2023.

O estudo realizado pelo departamento de Convênios da Amams mostra que a recomposição das perdas de julho a setembro deste ano, se comparado a 2022, dá um valor de R$ 224,3 milhões bruto e com a retirada do Fundeb ficará com R$ 177,2 mil para um município de cota 0,6 que é o menor índice. No Norte de Minas, Montes Claros que é 4,0 receberia R$2.050.777,10 no bruto e R$ 1.620.113,91 no líquido.

O texto também prevê que a União calcule – ao fim de 2023 – possíveis quedas que deverão ser recompostas caso ocorra redução real do repasse quando considerado todo o exercício. Outra medida englobada no projeto é a compensação da União aos demais entes pela redução de alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS), ocorrida sobre os combustíveis no ano passado. Os valores de 2024 serão antecipados e pagos em 2023.

Quanto à antecipação do ICMS, a estimativa é que o pagamento previsto para 2024 – e que agora será feito em 2023 – some R$ 2,73 bilhões. A CNM ressalta ainda que atuou para garantir, no texto sancionado, o repasse dos estados aos municípios e, por isso, o texto estabelece que os governos estaduais comprovem mensalmente, ao Tesouro Nacional, por meio de declaração, o repasse da parcela devida aos governos municipais.

Amams celebra antecipação da compensação do ICMS
Prefeitos do Norte de Minas participaram de manifestações em Brasília-DF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Emenda que amplia salário será votada
Emenda que amplia salário será votada
Presidente da Amams é homenageado pela AMM
Presidente da Amams é homenageado pela AMM
Prefeitura entrega certidões de regularização fundiária urbana
Prefeitura entrega certidões de regularização fundiária urbana
Governo aumenta reajuste salarial para 4,62%
Governo aumenta reajuste salarial para 4,62%
Cidade terá programa Governança Corporativa
Cidade terá programa Governança Corporativa
Projeto prevê proteção à mulher vítima de violência
Projeto prevê proteção à mulher vítima de violência
Montes-clarense assume o TSE pela segunda vez
Montes-clarense assume o TSE pela segunda vez
Prefeitura presta contas na Câmara
Prefeitura presta contas na Câmara
Zema exalta posse de montes-clarense no TSE
Congresso destaca apoio do Governo às prefeituras
Estado apresenta soluções inovadoras para municípios
Vereadores pedem fim do lixão no bairro Canelas
Deputada do PL vai assumir Secretaria no governo Zema
TRE trabalha com foco nas eleições municipais
Último FPM de maio tem aumento de 20%
Deputados aprovam revisão dos salários para servidores
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Forças de segurança protestam por reajuste