Santa Casa implanta próteses osteancoradas num paciente

Na busca incessante por avanços na área da saúde auditiva, as próteses osteoancoradas emergiram como uma inovação notável que está transformando a vida de pessoas com problemas de audição.

Na busca incessante por avanços na área da saúde auditiva, as próteses osteoancoradas emergiram como uma inovação notável que está transformando a vida de pessoas com problemas de audição. De acordo com o otorrinolaringologista da Santa Casa Montes Claros, Marcos Loyola, as próteses oferecem uma abordagem única para restaurar a audição ao transmitir as ondas sonoras de forma vibratória através do osso até a cóclea, proporcionando maior clareza e eficácia na reabilitação auditiva.

O médico explica que as próteses osteoancoradas são dispositivos auditivos projetados para contornar as limitações das próteses tradicionais. “Em vez de depender da propagação do som pelo canal auditivo externo, essas próteses utilizam uma abordagem vibratória que direciona as ondas sonoras diretamente para a cóclea. Isso torna a reabilitação auditiva mais eficaz e clara”, destaca Marcos Loyola.

Segundo o especialista, os principais candidatos para esse tipo de prótese são aqueles que enfrentam desafios no sistema auditivo, como estenose do canal auditivo externo, desarticulação da cadeia ossicular ou cavidades instáveis pós-cirúrgicas que tornam o uso de aparelhos auditivos convencionais inviável. “Uma grande vantagem é a possibilidade de realizar um teste préoperatório, utilizando dispositivos vibratórios no consultório, que simulam o efeito da cirurgia. Isso permite que os pacientes compreendam melhor os resultados esperados após a cirurgia”, explica o médico.

No último final de semana, um paciente foi submetido ao procedimento na Santa Casa Montes Claros. João E. L. conta que convive com o problema há mais de 30 anos. “Piorou de um tempo para cá. Notei dificuldade de ouvir as pessoas em reuniões, som alto e muitas vezes tenho entendimento só através da leitura labial”, disse. O maior desejo do João é voltar a ouvir normalmente. “Será uma realização pessoal. Muita felicidade, se Deus quiser. Amém”, exclama.

De acordo com o médico Marcos Loyola, o processo de implantação e ativação após é em um período de 3 a 4 semanas. “Esse intervalo é essencial para a correta integração do dispositivo no osso e para otimizar a transmissão sonora. No dia da ativação, o aparelho é configurado de acordo com a perda auditiva específica do paciente”, esclarece o médico.

COMO FUNCIONAM AS PRÓTESES

Uma característica notável das próteses osteoancoradas é a forma como são implantadas. Um corte é feito na pele atrás da orelha, expondo a área óssea subjacente. Nesse espaço, o implante ósseo e o dispositivo vibratório são acomodados sob a pele, eliminando a necessidade de pinos ou exposições através da pele. O dispositivo externo, que inclui o microfone e o processador de fala, é mantido no lugar por meio de um contato magnético com o dispositivo vibratório. Essa abordagem evita a necessidade de pinos atravessando a pele, tornando o procedimento mais seguro e confortável para os pacientes.

Segundo Marcos Loyola, a prótese Osia que foi utilizada no paciente foi lançada no Brasil em 2021. “A prótese é uma tecnologia da mais última geração das próteses osteoancoradas. No caso do procedimento que realizamos, o paciente foi um dos primeiros de Minas Gerais a recebê-lo e o primeiro do Norte de Minas”, finaliza.

Santa Casa implanta próteses osteancoradas num paciente
EQUIPE médica da Santa Casa implantando as próteses no paciente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Piso da Enfermagem será de R$ 3 milhões
Piso da Enfermagem será de R$ 3 milhões
População de Jaíba recebe reforço na saúde
População de Jaíba recebe reforço na saúde
Secretaria alerta sobre malefícios do consumo de cigarro
Secretaria alerta sobre malefícios do consumo de cigarro
Inaugurado Hospital do Câncer de Janaúba
Inaugurado Hospital do Câncer de Janaúba
Roda-Hans atende mais de 200 pacientes em Janaúba
Roda-Hans atende mais de 200 pacientes em Janaúba
Região vai receber R$ 750 mil para custear imunobiológicos especiais
Região vai receber R$ 750 mil para custear imunobiológicos especiais
Santa Casa realiza 2º Encontro de Planejamento Estratégico
Santa Casa realiza 2º Encontro de Planejamento Estratégico
Cievs alerta o Norte de Minas sobre casos de Febre Oropouche
Cievs alerta o Norte de Minas sobre casos de Febre Oropouche
Saúde lança campanha de prevenção ao uso de cigarros eletrônicos no País
Semana de formação do Projeto Integra Chagas movimenta profissionais
Governo recebe aeronaves que vão reforçar transporte de órgãos vitais e a segurança
Laudo aponta morte de menina por parada cardiorrespiratória
Exames de câncer bucal serão realizados no Major Prates
Aprovado projeto sobre uso de bactéria para controle do mosquito da dengue
Salas de Vacinação em Montes Claros
Governo antecipa parcelas da dívida com municípios
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Forças de segurança protestam por reajuste