Embriaguez ao volante cresce 160% em BRs que cortam Minas

O feriado prolongado da Semana Santa deste ano teve aumento de 161,82% no número de flagrantes de embriaguez ao volante nas rodovias federais que cortam o Estado.

O feriado prolongado da Semana Santa deste ano teve aumento de 161,82% no número de flagrantes de embriaguez ao volante nas rodovias federais que cortam o Estado. O dado, conforme apontam autoridades e especialistas, configura desrespeito às leis de trânsito e deve seguir de alerta. Com relação aos números de mortes e os acidentes, houve um decréscimo nos índices, segundo a Polícia Rodoviária Federal — na comparação do feriado deste ano com o do ano passado. Entre quinta- -feira (28/3) e domingo (31/3), foram 119 acidentes — com quatro mortes e 119 feridos. Em 2023, foram 113 acidentes, com 163 feridos e 10 óbitos.

Nos quatro dias, 144 motoristas foram flagrados dirigindo embriagados, frente a 55 no ano anterior. Doze foram presos. Dirigir sob efeito de álcool está previsto no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), tanto como infração (artigo 165) quanto crime (artigo 306). A diferença está na quantidade de álcool no organismo do motorista. Se for superior a 0,3 mg/L, é crime de trânsito e resulta em prisão. As duas são como infração gravíssima (7 pontos na CNH) e penalizadas com suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

“O número de motoristas presos por esse motivo [embriaguez ao volante] foi bastante expressivo”, reconhece o inspetor da PRF, Aristides Junior. Também seguem altos os desrespeitos às leis de trânsito. Segundo a instituição, foram 2.919 infrações de excesso de velocidade e 424 autuações por ultrapassagem proibida nas rodovias federais que cortam o Estado; em 2023, foram 3.281 e 390, respectivamente. “Essas condutas colocam em risco não apenas os ocupantes do veículo, mas os demais usuários da rodovia”, reforça a instituição.

ANÁLISE DE ESPECIALISTA – Especialista em trânsito, Silvestre Andrade analisa que o “fator humano é o mais preponderante para os acidentes”. “A imprudência continua muito acentuada”, analisa. Conforme os dados da PRF, a redução no número de veículos fiscalizados entre 2023, quando foram mais de 8 mil, e 2024, com 6,1 mil, reforçam o desrespeito dos motoristas com relação às leis de trânsito.

“Se o esforço de fiscalização é o mesmo [ou menor, neste caso], significa que mais pessoas infringiram a legislação de forma grave, com ingestão de bebida alcoólica e colocando a própria vida e as vidas de outras pessoas em risco. Não deveria haver nenhum caso de desrespeito à legislação de trânsito”, analisa o especialista, reforçando que muitas vezes os casos de imprudência só são “descobertos quando o pior acontece”, como em um acidente grave com vítimas.

Além do fator humano, o especialista reforça a importância da manutenção em dia dos veículos. “Quando se combina esses fatores à malha rodoviária de Minas Gerais, que é muito grande, a maior do Brasil, a possibilidade de acidente aumenta. Tanto é que são programadas mais ações de fiscalização”, reforça o especialista.

MANUTENÇÃO EM DIA – Além dos fatores humanos, com respeito ao cansaço, os carros devem estar com a manutenção em dia, em condições para viajar. Os pontos de alerta, conforme o tenente André Muniz, do Comando de Policiamento Rodoviário da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), estão relacionados aos equipamentos obrigatórios do veículo, como luzes, espelhos e limpadores de para-brisa.

“Leve o carro a um mecânico de confiança. É importante fazer revisão e verificar os equipamentos obrigatórios. No caso dos limpadores de para-brisa, algumas vezes os motoristas só descobrem que o sistema está ruim quando estão na estrada, com tempestade. Isso é muito perigoso”, alerta.

Os pneus são outro ponto que requer toda atenção dos condutores. Além da calibragem — que deve ser feita com os pneus frios —, é preciso ficar atento aos sinais de desgaste dos pneus. Para isso, recorra ao chamado TWI, sigla para “Tread Wear Indicator”, que em tradução do inglês para o português significa “indicador de desgaste da banda de rodagem”.

O TWI é um pequeno marcador, em forma de saliências ou barras, localizado na banda de rodagem. Quando a banda fica nivelada com os marcadores, é um sinal claro de que os pneus precisam ser substituídos. Andar com os pneus desgastados é ainda mais perigoso no período chuvoso, devido ao risco de aquaplanagem.

Embriaguez ao volante cresce 160% em BRs que cortam Minas
Dirigir sob efeito de álcool pode ser enquadrado como crime de trânsito e resultar em prisão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Pássaros da fauna silvestre apreendidos
Pássaros da fauna silvestre apreendidos
PC incinera mais de 200 kg de droga em Taiobeiras
PC incinera mais de 200kg de droga em Taiobeiras
Operação contra desmatamento ilegal gera R$ 15 mi em autuações
Operação contra desmatamento ilegal gera R$ 15 mi em autuações
Alvo de bandidos na 251, carreta dos Correios é localizada pela PM
Alvo de bandidos na 251, carreta dos Correios é localizada pela PM
Cantor morre ao ser atropelado por moto
Cantor morre ao ser atropelado por moto
Governo entregou novas viaturas para Polícia Civil
Governo entregou novas viaturas para Polícia Civil
Carro furtado em SP é apreendido na MGC-122
Carro furtado em SP é apreendido na MGC-122
Caminhão frigorífico cai em ribanceira na BR-251
Caminhão frigorífico caiem ribanceira na BR-251
Dupla detida suspeita de tráfico de drogas
Homem condenado a 14anos de prisão por homicídio
Polícia Civil investiga furto em casa após interdição de prédio
Furto de veículos volta a crescer no Estado
Igreja arrombada e armários são revirados
Foragido da Justiça recapturado após perseguição a motociclista
Jovem é agredido e amarrado dentro de casa durante assalto
Roubada carga de 20 toneladas enviada para prédio interditado
Emater investe R$ 2,6 mi em qualificação de colaboradores
Reforço na fiscalização ambiental em Minas
Dupla detida suspeita de tráfico de drogas
Homem condenado a 14anos de prisão por homicídio
Pássaros da fauna silvestre apreendidos